Accountex 2017: 8 pontos que fazem a diferença nos escritórios de contabilidade do mundo todo

Daymond John, empreendedor e pioneiro na indústria da moda (e também um dos “tubarões” no programa americano Shark Tank), disse, em um de seus discursos, sobre o arrependimento de não ter contado com a  ajuda de contadores quando estava começando o seu negócio.

por Roberto Dias Duarte

Com mais de 50 sessões de discussão e cerca de 80 especialistas em painel, a conferência abordou todos os aspectos da tecnologia contábil e as melhores práticas, atraindo participantes de todo o mundo.
Com mais de 50 sessões de discussão e cerca de 80 especialistas em painel, a conferência abordou todos os aspectos da tecnologia contábil e as melhores práticas, atraindo participantes de todo o mundo.

A tecnologia impulsiona o futuro da contabilidade e permanecer informado é necessário para um futuro de sucesso. Alguns dos diferenciais que um contador de sucesso deve ter são disponibilidade, buscar sempre atualização constante, saber trabalhar em equipe e ter afinidade com a missão, visão e cultura do seu escritório.

Mês passado a conferência anual de tecnologia contábil, Accountex, ocorreu nos Estados Unidos. Este evento vai além do foco tecnológico, que é uma das principais tendências da contabil idade na atualidade, e fornece uma visão completa do ecossistema contábil e como ele afetará a sua empresa.

Com mais de 50 sessões de discussão e cerca de 80 especialistas em painel, a conferência abordou todos os aspectos da tecnologia contábil e as melhores práticas, atraindo participantes de todo o mundo.

Os Sistemas de Tecnologia Contábil da Accountex cresceram apenas no último ano, de cerca de 200 soluções contábeis para mais de 700“, refere Kacee Johnson, fundadora da Blue Ocean Principles, no site Accountex Report. Sem mais delongas, vou apresentar os principais pontos abordados no Accountex 2017.

Veja os principais assuntos que foram debatidos no Accountex USA 2017.

#1 Todo o negócio deve contar com um contador desde o início

A figura do contador 2.0 hoje se mostra cada vez mais presente e requisitada no dia a dia de pequenas e microempresas, certo?

Daymond John, empreendedor e pioneiro na indústria da moda (e também um dos “tubarões” no programa americano Shark Tank), disse, em um de seus discursos, sobre o arrependimento de não ter contado com a  ajuda de contadores quando estava começando o seu negócio.
Daymond John, empreendedor e pioneiro na indústria da moda (e também um dos “tubarões” no programa americano Shark Tank).

E o que o empresário tem a ganhar com a presença de um profissional especializado ou de contratar um escritório de contabilidade? Daymond John, empreendedor e pioneiro na indústria da moda (e também um dos “tubarões” no programa americano Shark Tank), disse, em um de seus discursos, sobre o arrependimento de não ter contado com a  ajuda de contadores quando estava começando o seu negócio. Desta forma, ele poderia ter evitado quase entrar em falência se tivesse um contador ajudando com alguma previsão simples de fluxo de caixa.

Muitos contadores utilizam a eficiência da tecnologia da nuvem, para oferecer  serviços básicos para os empresários enquanto eles ainda estão no modo de iniciação. Contratar um profissional contábil ou escritório de contabilidade pode ajudar, e muito, no crescimento organizado da empresa e na diminuição dos riscos empresariais. O profissional contábil pode ajudar a  prever gastos iniciais necessários, além de auxiliar no desenvolvimento geral do negócio com o modelo de negócios, projetando metas e criando meios de alcançá-las.

#2 Todo contador é um veículo de mídia

“O marketing e as mídias sociais mudaram completamente o jogo para praticantes”, Misty Megia, Chefe de Programas de Contabilidade e Estratégia de Educação na TSheets.

“As mídias sociais nos permitem obter feedback em tempo real, o que também nos torna mais responsáveis”, Becky Riffis, Gerente Estratégico de Parceiros, Bill.com

Randi Zuckerberg
Randi Zuckerberg

Aproveitar o potencial das redes sociais na contabilidade é uma das ações fundamentais para fazer seu escritório crescer. Randi Zuckerberg, fundadora e CEO da Zuckerberg Media, Sirius XM Radio Host e ex-diretora de marketing do Facebook, falou sobre como o contador 2.0 pode usar a internet e as mídias sociais para construir sua própria marca.

O profissional contábil pode colocar para funcionar uma estratégia de marketing digital, na qual deve levar em consideração que, entre os possíveis canais para divulgação de conteúdo e interação com o público-alvo, estão as redes sociais. Afinal de contas, a internet e as mídias sociais são espaços em que as pessoas estão mais dispostas a travar contatos e dividir conhecimentos a partir dos seus contatos e gostos.

Os benefícios podem ser enormes ao fortalecer a sua marca, para se relacionar com os atuais clientes e para se posicionar como opção para os novos. Se você não está fazendo nada disso, talvez devesse escolher um desses canais e tentar! Você pode se surpreender com os resultados.

#3 Mesmo os contabilistas podem construir uma empresa de um milhão de dólares

Em sua sessão, “The Million Dollar Bookkeeper“, Melanie Power, gerente de contabilidade na Xero Austrália,  compartilhou como ela construiu na sua própria empresa um modelo de negócios capaz de faturar mais de um milhão de dólares de por ano. Segundo ela, os pré-requisitos para isso são simples e o segredo está em achar o nicho de mercado e trabalhar de forma mais intensa com menos clientes.

Como?

  • Aproveitando a tecnologia da nuvem;
  • Limitando seu foco a um nicho;
  • Focalizando a oferta de produtos;
  • Tendo uma metodologia clara;
  • Sabendo como comunicar seu valor.

Em vez de atender a todo o tipo de cliente, com uma cultura focada em números e tendo no dinheiro o obejtivo, ela defende atender apenas o tipo de cliente que oferece as melhores oportunidades. Nesse sentido, os ganhos se tornaram maiores pelo valor daquilo que oferece. A meta é transformar os negócios dos clientes, com a cultura focada na entrega de valor.

#4 Planilhas são imorais e antiéticas

Objeto de confiança por parte das organizações, as planilhas são constantemente utilizadas para gerenciar dados e tomar decisões críticas de negócios. Elas são uma excelente ferramenta para análise de dados. O problema surge quando sua utilização é estendida além do seu território de origem, como o gerenciamento de projetos, por exemplo.

Questões de coordenação, informações incompletas, acompanhamento de dados não-financeiros e propensão a erros são razões pelas quais as planilhas são a ferramenta errada para gerenciar projetos. Por isso, o mais recomendado é a utilização de um software preparado para o gerenciamento de projetos.

#5 O ecossistema do aplicativo é o futuro da contabilidade das pequenas empresas

A complexidade da gestão contábil e financeira é uma das principais razões para a mortalidade de pequenas e médias empresas. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao ano de 2015, 22,8% dos negócios iniciados no país não superam o primeiro ano de vida. Ainda assim, existem aquelas pequenas empresas que dão certo.

Um dos segredos dessas empresas está relacionado com a necessidade de consolidar uma gestão eficiente embasada em dados e informações precisas e verdadeiras. Algumas ferramentas de gestão como, análise SWOT e o Plano de Ação 5W2H são ótimas parceiras para o futuro da contabilidade das pequenas empresas aliada à tecnologia.

O RXPCont, por exemplo, é um software gratuito que gerencia todas as etapas do processo de contabilidade e finanças de forma integrada e com lançamentos únicos.

Ryan Watson, da Contabilidade Upsourced usa seis aplicativos integrados ao Xero para oferecer uma experiência superior ao cliente. Como resultado, Ryan teve um melhor fluxo de caixa e mais visibilidade no desempenho da empresa.

#6 Se você quer fazer uma diferença real para seus clientes, ajude-os a melhorar a sua renda líquida

Mark Wikersham, o especialista em melhoria de lucros mais procurado na comunidade contábil, argumentou que ajudar os clientes a aumentar as vendas é a principal forma dos contadores ajudarem os seus clientes a crescer nos lucros.

Em sua apresentação, “Changing Clients ‘Lives the Fast Way“, Mark mostrou que uma forma de os contadores começarem a ajudar é monitorando Indicadores-chave de Performance ou KPIs (Key Performance Indicators), relacionados às vendas .

Desta forma, os contadores podem começar a envolver clientes em conversas sobre como aumentar a receita. Muitas vezes, os consumidores estão abaixo do preço de seus serviços, ou não oferecem variedade suficiente. Assim, os contadores estão no lugar perfeito para ajudar seu público a descobrir isso e, assim, fazer a diferença.

#7 Contadores precisam cuidar dos clientes difíceis

A relação contador x cliente pode ser bastante agitada. Muitas vezes, o cliente se perde no meio de tantas exigências e acaba dificultando o trabalho do contador. Para isso, o contador 2.0 precisa construir uma lista de clientes com quem realmente quer trabalhar. Aqui vão algumas dicas:

  • 1º passo: Desenvolva um processo de triagem do cliente. E não escolha ao acaso.
  • 2º passo: Crie uma sólida carta de compromisso. Se certificando assim que os clientes compreendem os detalhes sobre o que acontece se não pagarem, ou se você precisar dispensá-los (ou eles a você).
  • 3º passo:  Cobre antecipadamente. Exija adiantamentos para novos clientes. Se eles não quiserem pagar adiantado, provavelmente não serão bons clientes.
  • 4º passo: Documente tudo. Mantenha notas para cada reunião de cliente. E cuide tudo o que você escreveu porque, eventualmente, um cliente poderá tentar culpá-lo para se proteger.
  • 5º passo: Se você precisar se desligar, aja da melhor maneira. Você não precisa dizer o que realmente pensa, mas coopere com a transição, de forma racional, e coloque tudo por escrito.

#8 As empresas que querem crescer precisam se concentrar no “porquê”, e não no “como”.

Por que você, contador 2.0, faz o que faz?  Se a sua resposta é apenas ganhar muito dinheiro, você não vai ser muito inspirador para seus funcionários. Saiba como driblar a competição por preço no mercado contábil.

Matthew Heggem, CEO do SUM Innovation, apontou que uma das maiores dificuldades dos contadores é a de encontrar talentos na sua equipe. Para se criar uma equipe com grande potencial criativo, o papel do líder não é o de criar uma visão e motivar os outros a segui-la, mas sim transformar o seu grupo em uma equipe onde as pessoas querem e têm a habilidade necessária para gerar novas ideias.

O contador 2.0 precisa deixar que os seus colaboradores criem livremente, expondo seus talentos e ideias, ao mesmo tempo que tem que direcioná-las para um trabalho que seja realmente útil. Saiba como incentivar o pensamento estratégico no seu escritório contábil.

A Accountex trouxe essa percepção de que todos os escritórios no mundo inteiro estão passando por essa transformação digital.
A Accountex trouxe essa percepção de que todos os escritórios no mundo inteiro estão passando por essa transformação digital .

A Accountex trouxe essa percepção de que todos os escritórios no mundo inteiro estão passando por essa transformação digital. Desta forma, muda o jeito como os contadores encaram a tecnologia. Existem ainda algumas coisas às quais o contador 2.0 precisa prestar atenção: o propósito, o valor que entrega ao cliente, ter processos muito bem estruturados e focar na liderança da equipe.

O congresso ratificou o que há de mais inovador no setor da contabilidade por isso, estar atento a estas tendências da contabilidade é estar um passo à frente da concorrência. Comece já implementar estas mudanças no seu escritório contábil!

 

 

Qual sua opinião sobre isso?