EFD-Reinf é a mais nova modalidade do Sped
maio25

EFD-Reinf é a mais nova modalidade do Sped

Entre os desafios para entrar em conformidade estão mudança de cultura e processos da empresa, governança e disponibilidade de informações, processos e procedimentos descentralizados e com controles manuais, adequações sistêmicas e de interfaces e aumento da qualidade das informações e procedimentos.

Read More
Mais um capítulo da novela chamada eSocial
maio13

Mais um capítulo da novela chamada eSocial

Embora o eSocial empresarial teoricamente seja maior e mais robusto que o doméstico, especialistas temem que os mesmos problemas se repitam

Read More
Comissão vota pedido para debater problemas operacionais com o eSocial
abr12

Comissão vota pedido para debater problemas operacionais com o eSocial

A Comissão de Transparência e Governança Pública (CTG) analisará requerimento para realização de audiência pública sobre problemas na operacionalização do eSocial. No pedido, o senador Paulo Bauer (PSDB-SC) convida os ministros do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rosseto, e da Fazenda, Nelson Barbosa, para esclarecimentos sobre as dificuldades operacionais do sistema de arrecadação simplificada de tributos devidos por empregadores domésticos.

Read More
O impacto do eSocial na fiscalização trabalhista
mar07

O impacto do eSocial na fiscalização trabalhista

O trabalho preventivo é o melhor caminho para adequar as boas práticas das empresas à rígida legislação trabalhista. Em que pese o desafio inicial, a expectativa no longo prazo é que a concorrência entre as empresas seja nivelada, evitando-se a prática de dumping social.

Read More
Justiça do Trabalho é muito paternalista, diz novo presidente do TST
mar03

Justiça do Trabalho é muito paternalista, diz novo presidente do TST

A gente tinha que ter era uma legislação trabalhista que pegasse fundamentalmente os direitos comuns a todos os trabalhadores, como 13º salário, férias, adicional noturno, de periculosidade, horas extras, FGTS e Previdência. O que diz respeito às condições específicas de cada categoria deveria ser na base de convenção e acordo coletivo, porque quem mais entende de cada ramo são eles (empresas e trabalhadores). Defendo a prevalência do negociado sobre o legislado, semelhante àquilo que o próprio governo soltou que foi o PPE (Programa de Proteção ao Emprego do Ministério do Trabalho).

Read More