• EN
  • PT
  • Seu escritório contábil é um bom negócio? Você sobrevive ou prospera?

    por Roberto Dias Duarte

    Seu escritório contábil é um bom negócio? Você sobrevive ou prospera?
    Seu é um bom negócio? Você sobrevive ou prospera?

    Você trabalha no segmento contábil há anos, mas nunca parou para pensar que a contabilidade é um negócio? Esse é um grande erro, pois para ter no setor é preciso estar atento às tendências na contabilidade.

    Um gestor deve estar preparado para administrar o negócio a fim de evitar a mortalidade da empresa. As estatísticas demonstram que 33% das organizações fecham as portas em até dois anos, pois os empresários não estão preparados para enfrentar as mudanças do mercado. Por outro lado, escritórios de contabilidade têm a longevidade muito acima da média das empresas brasileiras. Ná média, eles sobrevivem 16 anos. E, para prestadores de serviços contábeis com mais de 100 clientes, a média sobe para 23 anos! Estes dados foram levantados pela pesquisa realizada pelo Sebrae em 2016 com 5.609 empresários contábeis do País.

    Quem não está crescendo rapidamente, está morrendo lentamente. Sobreviver por muito tempo com margens decrescentes, não é prosperar. Empresa que não cresce, não atrai talentos! E, não consegue investir! Ou seja fica obsoleta e despreparada!

    Encontrei um relatório interessante também, no site do Conselho Federal de Contabilidade. De 2010 para 2016, houve um aumento no número de contadores e técnicos em contabilidade, de aproximadamente 495 mil para 526 mil profissionais. Já no caso das organizações, que inclui empresa, sociedade, microempreendedores, entre outros, o número caiu de pouco mais de 76 mil para 57 mil.

    No mundo todo, a tendência é de concentração da atividade em um número menor de empresas. E no Brasil isso não poderia ser diferente:

    1. Profissionalização. Os investimentos em , , , e (como qualquer outra atividade empresarial) gera uma necessidade de capital significativa. Uma vez que no Brasil não podem ter acesso à capital de investidores, o movimento é natural para financiamento da necessidade de capital é: fusão, aquisição e/ou franchising.
    2. Transformação digital. Não existe “Estratégia Digital”, mas sim Estratégia de Negócios em um ambiente digital. A no mercado de serviços contábeis é profunda e acelerada, graças à oferta de novas tecnologias. Porém, boa parte dos empreendedores da contabilidade não se preocupa com a estratégia de negócios. Isto cria um efeito perverso: gastam mais recursos em aquisição de ferramentas e não conseguem os ganhos de produtividade ou de agregação de valor para justificar o investimento.
    Oceano vermelho x oceano azul na contabilidade 

    A maioria dos escritórios de contabilidade ainda se posiciona na oferta de serviços básicos: a conformidade legal. Nesta  fase o seu papel é auxiliar o cliente com o cumprimento de obrigações fiscais e  tributárias. Este mercado está globalmente em guerra por preços. É o chamado “oceano vermelho”, onde muitos brigam por pouco.

    Alguns escritórios de contabilidade já superaram a fase inicial e apresentam serviços que permitem a análise de dados importantes para o crescimento da empresa. Nesta fase, o profissional da contabilidade percebe que a comunicação, empatia e do cliente são tão importantes quanto as atividades técnicas para a produção das análises. Diferenciação, especialização, foco, são fundamentais para entrar no “oceano azul”.

    No terceiro nível, há uma pequena quantidade de escritórios ofertando serviços de tributário, estratégico, avaliação de empresas e consultorias para fusões e aquisições. Obviamente que o mercado consumidor destes serviços é composto por grupos muito diferentes de empreendedores. É o mercado do verdadeiro “oceano azul”.

    Você, está pronto para fazer da contabilidade um bom negócio? Será preciso encarar a transformação digital no setor e oferecer um serviço de excelência para seus clientes para ser bem-sucedido!

    Importância da liderança estratégica na contabilidade

    Você percebe que outros têm e o seu está tendo dificuldades com a profissionalização e com as novas tecnologias? O grande problema de muitos empresários que fracassam no meio do caminho é a falta de em e pouco preparo para encarar os desafios.

    Outro estudo do Sebrae identificou as principais características dos empresários que conseguiram ter no ramo de atuação. Entre elas estão:

    Diante disso, qual é o seu perfil como gestor? Você tem uma liderança estratégica? Ou precisa aperfeiçoar a forma de gerir o seu negócio para evitar os principais erros dos escritórios que costumam encerrar as atividades?

    Problemas operacionais e as principais tendências na contabilidade

    Geralmente, os que fecham as suas portas pecam em questões básicas do dia a dia.  Você vai ver que elas têm relação direta com o que costumo trazer para você aqui no blog. São elas:

     

    Muita operação e pouca gestão

    O empresário está focado no modelo operacional, como se ele ainda fosse um funcionário. Sendo assim, ele só fica atento às obrigações tributárias, elaboração de relatórios, entre outras atividades da operação. Ao se preocupar apenas em fazer o escritório funcionar, você não tem tempo para estruturar melhor o negócio e fazê-lo crescer.

    Você também precisa controlar custos, e desenvolver todo o modelo estratégico de negócios. É fundamental inovar ao oferecer serviços diferenciados e de qualidade. Isso faz parte de uma liderança estratégica no .

     

    Pouca e confusos

    Muitos contadores ainda seguem o modelo de trabalho praticado há 10 ou 20 anos. Eles seguem as técnicas que aprenderam na faculdade e se esquecem de procurar uma atualização em relação às oportunidades que o mercado oferece.

    É preciso acompanhar as tendências na contabilidade e modernizar os processos dentro da empresa. Você deve entender que na área contábil segue o mesmo modelo de outras companhias: é essencial se atualizar, capacitar e ter processos padronizados.

    Além do mais, a hoje se faz muito presente no dia a dia das pessoas e é importante investir na transformação digital na contabilidade. Há ferramentas tecnológicas que contribuem para o ter mais agilidade e segurança nas atividades que realiza, o que diminui o tempo destinado a tarefas operacionais.

    Insisto em afirmar que o gestor que não acompanhar a transformação digital na contabilidade está fadado ao fracasso. E você precisa entender que isso não está relacionado apenas aos processos contábeis, mas em toda a estruturação do escritório. Você precisa desenvolver novas competências e evoluir seus serviços e sua equipe.

     

    Processo de vendas desestruturado

    Outro motivo para a quebra de muitos escritórios de contabilidade é a falta de criação e acompanhamento da estratégia de vendas. É necessário ter um ou mais profissionais focados em oferecer os serviços de contabilidade para possíveis clientes. Pode até ser que este profissional, durante algum tempo, seja você mesmo. O importante é que seja um processo claro, estruturado e que faça uso das melhores técnicas de vendas para demonstrar o valor dos serviços oferecidos pelo seu escritório.

    x : dois modelos de negócios (muito) diferentes para atender públicos diferentes

    Enquanto a se restringe à escrituração e a demonstração, o modelo de se propõe a utilizar a para automatizar, tanto quanto possível, a escrituração e a demonstração, liberando tempo para que o profissional exerça a sua função consultiva.

    O compromisso principal das contabilidades online é resolver as obrigações legais de seus clientes a baixo custo. Por outro lado, o compromisso principal da é melhorar a eficiência e os resultados dos seus clientes, e como consequência disso, resolver as obrigações legais.

    Faça download do estudo completo sobre o contabilidade digital.

    Contabilidade Online vs Contabilidade Digital: exemplos superlegais por todo mundo 

    e cultura

    não é a arte de encontrar formas inteligentes para mostrar o que você faz. O é a arte de criar valor real para seus clientes e ajudá-los a melhorar.” Philip Kotler

    Lembre-se que o marketing digital contábil também entra como um grande aliado para fortalecer sua marca e qualificar seus leads, aumentando as chances de conversão.

    É fundamental mudar a cultura e valor no e dar mais importância para as atividades de marketing e vendas. Você sabe responder quantas oportunidades seu escritório contábil já perdeu por falta de controle do processo comercial?

    A organização desses processos vai garantir maior produtividade, mais conhecimento sobre o cliente, sem perder nenhum detalhe de vista. Isso ajuda tanto a encurtar o quanto a fidelizar o cliente que, mais do que nunca, espera que seu escritório ofereça a ele uma  experiência de compra e prestação de serviços diferenciada.

    Dá para perceber que para ter um escritório de sucesso é necessário aperfeiçoar os processos e serviços da sua empresa para então conquistar mais clientes. Se você tem dificuldades de entender como fazer essas mudanças na cultura e valor no escritório contábil, busque cursos e workshops que ajudam a preparar o para uma liderança estratégica em busca da no modelo de praticar a contabilidade.

    Quer saber mais como acompanhar as tendências na contabilidade pode ajudar a sua empresa crescer? Veja como um escritório de contabilidade saiu de 30 para 900 clientes!

    Qual sua opinião sobre isso?

    9 thoughts on “Seu escritório contábil é um bom negócio? Você sobrevive ou prospera?”

    1. Professor empreender no Brasil não é nada fácil, agora imagina essa dificuldade empreendendo na contabilidade? Acredito demais no potencial do contador gestor (uma redundância não é?). De fato somos formados para sermos ou assistentes ou analistas, poucos contadores e quase nenhum empresários. Prosperar na contabilidade não é apenas qualidade, MAS mergulhar na própria gestão. Ótimo artigo e fontes.