Contabilidade on-line é uma inovação disruptiva?

Seria mesmo uma inovação disruptiva ou apenas uma melhoria de processos no relacionamento com clientes?

A prestação de serviços contábeis utilizando exclusivamente canais eletrônicos é, atualmente, um dos temas mais polêmicos no meio contábil. Funciona? É legal? Fere a ética profissional? É mais eficiente? Seria mesmo uma inovação disruptiva ou apenas uma melhoria de processos no relacionamento com clientes?
Obviamente não pretendo analisar a legalidade deste tipo de serviço ou mesmo a qualidade de empresas específicas. Meu objetivo é entender as consequências deste movimento para o mercado.

Ganha o profissional que enxergar mais longe

As receitas de sucesso para momentos de economia fraca abrangem franquias, escritórios on-line e desenvolvimento de soluções com profundo conhecimento do mercado contábil

Hoje a meta de todo setor, especialmente em momentos de economia ruim, é a reinvenção. Com as empresas contábeis não é diferente. Entre as receitas para se reinventar estão franquias e escritórios on-line, mas acima de tudo um substancial investimento de energia dos profissionais na transformação de processos falhos em eficiência.

Entrevista com Vitor Torres, fundador da Contabilizei

A Contabilizei atende apenas 10% do que um escritório tradicional de contabilidade pode atender. Nosso foco são as micro e pequenas empresas prestadoras de serviço, geralmente sem funcionários, onde o sócio faz todas as atividades. Resumindo, tem espaço para todo mundo." - Vitor Torres, fundador do Contabilizei

“Nós entendemos a posição dos profissionais de contabilidade, mas acreditamos que seja importante esse momento para reflexão e evolução do setor. Nós estamos trabalhando na disrupção do mercado e o nosso target é muito pequeno frente ao tamanho do mercado. (…) Resumindo, tem espaço para todo mundo.” – Vitor Torres, fundador do Contabilizei