Principais reclamações de clientes de contabilidade

Quer saber quais são as reclamações mais comuns dos clientes de contabilidade?

Atendimento ruim
É a queixa campeã de clientes de contailidade. É onde a grande maioria dos escritórios peca.
É muito comum que escritórios contábeis ofereçam serviços revolucionários, com preços atraentes e sites muito funcionais, mas, na hora de atender o cliente, cadê o atendimento?

MINDSET EMPREENDEDOR, O PRÓXIMO DESAFIO DO MERCADO CONTÁBIL

Agora, a grande transformação que está ocorrendo não é legal, mas sim no campo do comportamento.

Primeiramente, é fundamental investir em gestão estratégica de pessoas, no sentido amplo do tema. Em segundo lugar, o profissional precisa entender que só conhecimento técnico não é suficiente para o sucesso na carreira. É necessário que ele seja protagonista de sua vida e busque atitudes empreendedoras internas, ou seja, atue como intraempreendedor. Desenvolva relacionamento, comunicação, proatividade e outras inteligências, além das meramente técnicas.

CRISE, INOVAÇÃO E OPORTUNIDADES NO EMPREENDEDORISMO CONTÁBIL

Enfim, se você está insatisfeito com a taxa de inadimplência de seu escritório, a pouca valorização dos serviços contábeis e a crise em si, ótimo! O primeiro passo para a mudança está dado: o incômodo.

O que se percebe, na realidade, é falta de preparo para aproveitar as muitas oportunidades existentes. Enfatizo: falta de preparo! Claro que não estou me referindo ao preparo técnico. Sei que grande parte dos profissionais da contabilidade estuda muito. Muito, mesmo. Mas acabam limitados aos conhecimentos contábil, tributário e trabalhista.

EMPREENDEDORISMO CONTÁBIL E O FIM DO “SAMBA DE UMA NOTA SÓ”

O problema é que pensar apenas em atender às obrigações e prestar contas ao governo não agrega valor para os clientes.

O debate sobre as estratégias para valorização dos serviços contábeis precisa ser incluído na agenda de todos os eventos da área. Mais que isso, essa discussão deve sair do campo emocional e abordar técnicas, metodologias, melhores práticas para a gestão estratégica dos prestadores de serviços contábeis.

Escritório Contábil: Um dos melhores (e piores) negócios hoje no Brasil

Muitos donos de escritórios contábeis dedicam-se exclusivamente às atividades operacionais e buscam somente o conhecimento operacional. Com isso, tornam-se empregados da própria empresa, muitas vezes sem nem mesmo direito a férias.

Tornar-se empreendedor é uma tarefa longa e árdua. Exige tanta disciplina e estudo quanto para se tornar um bom profissional da contabilidade. Se você quer mesmo ser empresário neste setor, dedique boa parte do seu tempo e dinheiro para aprender a empreender. É essencial.

A urgente necessidade de profissionalização das organizações contábeis

Como esses quase três quartos do mercado contábil poderiam estabelecer um patamar de competição diferente da disputa pelo menor valor?

O empreendedor é um insatisfeito que transforma seu inconformismo em descobertas, os problemas em oportunidades. O insatisfeito que só reclama dos honorários e espera que o mundo o valorize, não é empreendedor.

Nossa Contabilidade é Internacional. E os Nossos Escritórios?

A observação prática de nossa realidade nos leva à percepção que enquanto evoluímos significativamente nos modelos contábeis atingindo padrões globais, as empresas prestadoras de serviços contábeis ainda estão longe de incorporar as práticas de gestão globalmente aceitas ao seu cotidiano.

A observação prática de nossa realidade nos leva à percepção que enquanto evoluímos significativamente nos modelos contábeis atingindo padrões globais, as empresas prestadoras de serviços contábeis ainda estão longe de incorporar as práticas de gestão globalmente aceitas ao seu cotidiano.

Novos desafios das empresas contábeis

sem investimentos em tecnologia e gestão é impossível reduzir custos e riscos. Analisando o lado da receita, quanto mais “igual” for um serviço, menos ele vale. Afinal, a diferenciação da oferta e do atendimento é o que faz um comprador pagar mais ao prestador de serviços.

A conjunção destes fatores leva as empresas do setor a buscar a máxima eficiência operacional e, simultaneamente, a diferenciação dos serviços prestados aos seus clientes. Ao mesmo tempo, traçam novas estratégias, buscam elevar receitas e reduzir custos e riscos.