A importância de uma organização com propósito

A importância de uma organização com propósito

De acordo com o filósofo Georg Hegel, alienação é o ato de fazer sem saber por que se está fazendo. É o trabalho automático, sem um vislumbre de como será após ser concluído ou o conhecimento das motivações que levam determinadas ações a serem tomadas.

No entanto, com a e os serviços digitais se impondo sobre o mercado como maneira de otimizar os processos alienados ou repetitivos em uma operação, o colaborador e as próprias empresas estão cada dia mais em busca do seu propósito.

Qual é o propósito do seu escritório de contabilidade? Certamente, há um. Por mais que não surja uma resposta à primeira vista, ele está em algum lugar, afinal, propósito é o que nos leva a fazer o que fazemos.

Sem esse senso claramente definido, até mesmo as metas, os objetivos e os resultados podem se tornar difusos em qualquer empresa. Dessa maneira, criamos um conteúdo para que você compreenda a importância de uma organização com propósito.

Confira!

O que é e o que não é propósito?

Muitas pessoas estão equivocadas quando o assunto é propósito. Prestar os serviços, vender pacotes, negociar contratos, cumprir obrigações tributárias, elaborar a declaração de imposto de renda nem mesmo fornecer informações gerenciais, nada disso é propósito.

Desde inúmeras áreas que você poderia estar atuando, escolheu a . Há uma razão para isso, que pode ser conhecida, desconhecida, ou até mesmo compreendida pelas razões erradas.

Propósito é a paixão que faz uma pessoa acordar todos os dias para se desenvolver. No passado, o ser humano trabalhava por necessidade, porém, com a tecnologia, passou a escolher posições, além da necessidade, pelo desejo de se tornar melhor.

Em um escritório de contabilidade, só há um propósito, que normalmente reflete o sonho pessoal do gestor ou do fundador.

Quando uma empresa presta serviços de declaração de imposto de renda, na verdade, está oferecendo segurança tributária, visto a nossa legislação altamente complexa.

Ao conduzir contratos de e aquisição, na verdade, está ofertando a comodidade de conduzir um processo altamente burocrático, para que os gestores possam focar na de ação propriamente dita, então, o propósito é economizar o tempo do cliente.

Quando você produz relatórios gerenciais, gráficos e painéis de indicadores, o propósito está relacionado com a geração de riqueza para os empreendedores.

Aliás, o prof. Lopes de Sá se referia à como a ciência da riqueza. De certa forma, ele já conectava as ações da com seu propósito natural: apoiar o desenvolvimento da riqueza das famílias, empresas e nações.

Contudo, o que se faz no dia a dia do trabalho, é rotina. O que te faz ir para o escritório todos os dias é o propósito, no qual o pessoal e o empresarial devem ser altamente compatíveis para uma relação duradoura.

A importância de organizações com propósito

A estratégica de qualquer empresa é altamente complexa, uma vez que envolve fatores internos e externos. Muitos gestores podem ter medo em determinadas situações ao se deparar com problemas, e o propósito pode ser um atalho para solucioná-los.

Dar um propósito a um escritório de significa torná-lo mais humano, exatamente o que o mercado procura hoje em dia nas relações. Afinal, há uma série de softwares que realiza os burocráticos de uma contabilidade, por que as empresas não estão contratando alguém menos qualificado que saiba usar esses sistemas?

É simples, a tecnologia, apesar de avançada, não transmite a segurança e confiança de uma relação humana muito bem construída. Uma empresa com propósito possui uma camada de humanização, como se fosse um organismo vivo em rumo de um objetivo maior.

Assim, quando algum problema complexo surge, esse organismo já possui mecanismos e filosofias próprias que abreviam a tomada de decisão. Ora, se determinado caminho não faz sentido com o que acredito, por que deveria segui-lo, mesmo sendo o que todos estão fazendo?

Isso se expressa em ganho de produtividade. As decisões menos complexas passam a ser automáticas, apenas consultando a empresarial que se forma em torno de uma empresa com propósito.

Os colaboradores de organizações com propósito

É preciso ter em mente que empresas sem propósito perdem a aderência dos colaboradores, ou o engajamento. O propósito é fazer com que o discurso seja coerente com as ações. A essa coerência, damos o nome de autenticidade.

Empresas sem autenticidade, com o tempo vão perdendo a energia que as faz seguir em frente buscando objetivos maiores, assim, deixam de crescer e perdem espaço de mercado.

As pessoas, hoje em dia, não trabalham mais apenas por necessidade, mas algo que dê sentido à existência. Dessa maneira, é preciso construir um propósito que se expressa em todas as rotinas, falas e modos de pensar dentro da empresa.

Quando essa forma de pensamento não é evidente, o colaborador tende a entrar em uma rotina automatizada, e o automatismo e o trabalho alienado, ou fazer sem pensar no que está sendo executado, é a maior causa para erros e falhas que podem comprometer o seu escritório de de maneira permanente.

Clientes buscam propósito

Os escritórios de prestam serviços a pessoas e empresas, portanto, é um público vasto para ser explorado. Esse público, também está em busca de propósito.

O mercado está mudando de maneira radical, no qual empresas com responsabilidade social e ambiental ganham maior destaque e relevância. Tanto no curto quanto no longo prazo, esses valores tendem a se consolidar, por isso, devem fazer parte do seu planejamento.

Se o seu cliente está buscando um propósito maior que a própria marca, é essencial reconhecê-lo. Se o seu escritório de é altamente consumidor de energia, não realiza separação do lixo e não tem boas práticas nos recursos humanos, dificilmente será contratado por uma empresa que possui esses pilares como norteadores.

É nesse sentido que a implementação de um propósito claro, decodificado na e transmitido pelas estratégias de comunicação, é tão fundamental para qualquer negócio que deseja se manter competitivo.

Ainda há espaço para empresas que não têm nenhum tipo de preocupação nesse sentido, porém, ele está se tornando cada vez menor, mais competitivo, e mais custoso.

Está se tornando caro não possuir uma filosofia sólida sobre a qual a empresa se apoia para tomar decisões, ofertar produtos e convencer o cliente de que é a melhor opção.

Gostou deste artigo? Divulgue o nosso blog para seus amigos e colaboradores. O conteúdo aqui publicado é essencial para o do seu escritório de contabilidade.