Evolução e futuro da profissão contábil

A função moderna e verdadeira do profissional da Contabilidade é, pois, a de um consultor sobre assuntos da riqueza das empresas.

por Prof. Dr. Antônio Lopes de Sá,1998

No processo histórico (diante da evolução de todas as ciências) foi a partir do século XIX, que a Contabilidade assumiu a sua maior expressão como um conhecimento deveras superior.

Uma nova visão da profissão do contabilista surgiu e agora parece estar passando por uma nova fase de gigantismo, segundo reconhecem os mais sensatos observadores.

O caminho da ciência deu novos rumos à nossa disciplina, assim como, em parte, o empirismo também assumiu novas formas e aspectos de uma relativa grandeza.

De há muito defendendo a posição de “valorização do profissional”, fazendo ver que o caminho científico é o correto e que só este pode ser o sustentáculo de uma consultoria eficaz.

Cada vez mais competitivo, o mundo dos negócios exige que os empresários estejam bem orientados.

Qual a função moderna e verdadeira do profissional da Contabilidade?

A função moderna e verdadeira do profissional da Contabilidade é, pois, a de um consultor sobre assuntos da riqueza das empresas.

A antiga função do simples registro foi sendo substituída pela da orientação sobre as coisas registradas, ou seja, a de oferecer opiniões de como estão caminhando os negócios e a deles.

Ninguém melhor que o pode executar essa tarefa, porque só ele bem entende a mecânica das contas e o que elas fornecem de informação competente para que se tomem decisões.

O papel de apenas informante de saldos ou de zelador de assuntos fiscais, vem sendo cada vez mais superado, pois, se substitui pela avançada da informática.

O que se extingue não é a profissão, como difundem os leigos sobre nossos assuntos, mas, uma das funções que nos absorvia muito tempo e até nos impedia de exercer a verdadeira e que é a de explicar os fatos e traçar modelos de comportamento da riqueza.

Ao contabilista, agora, já está sobrando tempo para o exercício de sua mais importante responsabilidade e que é a de oferecer comentários sobre o comportamento do capital e também modelos para decisões administrativas.

Somas expressivas de valores estão sendo vertidas na preparação de uma elite de professores e profissionais em diversas Universidades.


Investe-se na maior de professores, porque são eles os responsáveis pela formação educacional.

O valor da classe contábil depende do valor dos elementos que a constituem.

Investe-se em profissionais, porque precisam encontrar meios de aprimoramento para uma educação continuada.

O valor de uma classe depende do valor dos elementos que a constituem.

Criei um movimento de raro valor para ajudar ainda mais o aprimoramento dos professores e colegas e que foi o PROLATINO, já com várias edições, em muitos estados do Brasil.

O movimento que se denominou PROLATINO está associado à Academia Brasileira de Ciências Contábeis e traz uma elite refinada de grandes doutores da Europa e do Brasil, para atualizar os interessados, nas mais modernas conquistas da profissão.

Centenas de eventos estão a ser realizados em todo o Brasil, com pleno e o número de trabalhos e pesquisas vem crescendo gradativa e velozmente.

O que é o consultor?

A nova imagem da profissão é um passo sem retornos e vai levar o profissional ao patamar que de fato lhe é reservado.


Um consultor deve ter científica, tecnológica, ética e geral, mas, precisa do apoio de instituições específicas que zelem por tudo isto, pela imagem da classe, pela valorização constante do conhecimento.

Acrescenta-se a tudo isto o desenvolvimento de nossos estudos nos campos da Contabilidade Ambiental, Contabilidade Social, Contabilidade dos ou Intelectuais, em suma, ramos que se ampliam e que antes constituíam apenas parcelas do conhecimento contabilístico.

A Internet vai trazendo também sua parcela e já existem bancos de dados para consultas contábeis, quer bibliográfica, como a do Instituto de Contabilidade e Auditoria de Contas da Espanha como diversas outras páginas.

O Brasil já tem a sua corrente de estudos científicos, a primeira em toda a sua história que é de origem brasileira e que é o Neopatrimonialismo Contábil, com milhares de adeptos.

Essa corrente formou-se em torno de minha teoria das funções sistemáticas e que deu origem a uma Teoria Geral do Conhecimento Contábil, a primeira em toda a história cientifica da Contabilidade a apresentar realmente uma disciplina epistemológica.

Muitos trabalhos estão sendo editados pelos valorosos componentes dessa corrente e alguns deles estão em minha página já referida.

Conclusão

Em suma, a Contabilidade progride em todos os sentidos e o Brasil vai assumindo uma vanguarda.

O campo profissional dilata-se e o cada vez mais se torna responsável pela eficácia social.

Isto porque é ele que leva as células sociais à prosperidade quando todas são prosperas a sociedade também o é.

O da profissão contábil, malgrado aos que detestam as verdades que ela enuncia, é dos mais promissores e ninguém poderá dete-lo porque está atado à história da riqueza e esta à do bem estar material da humanidade.


(artigo escrito em 1998)

Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Isael de Aguiar Molgori
10 dias atrás

Parabéns ao Prof Antonio Lopes de Sá! texto super atual, passados 22 anos.