Faturamento dos escritórios contábeis de Brasil e Portugal

Todo problema é um presente – sem problemas não cresceríamos. Anthony Robbins

É fato que o faturamento é um dos itens mais importantes para manter um escritório em funcionamento, não é mesmo? Mas, como deve estar o faturamento dessas empresas no Brasil e em Portugal? Será que existem muitas diferenças?

Para compreender melhor o cenário em cada um dos países, o conteúdo levará em consideração os resultados apresentados em dois estudos: no Mapa do na 2020 e o Retrato dos Escritórios de em Portugal.

O objetivo é expor os dados, mostrando como está a realidade em cada caso e o que é possível esperar em casa situação. Ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto? Então aproveite para conferir o conteúdo completo!

Panorama português

É importante mencionar que a é um dos ramos mais importantes da economia, não é mesmo? Responsável por auxiliar nas das empresas, esse segmento tem muita influência junto à saúde das pequenas e médias empresas de qualquer país.

E, em Portugal, a situação não é diferente. Por lá, é possível observar que boa parte das empresas optou por um sistema de trabalho focado na contratação de profissionais e escritórios externos.

Quando falamos de Portugal Continental, a estimativa é que existam 7.000 mil escritórios, de acordo com a GFK, consultora multinacional de referência. Já é possível imaginar quantas pessoas são impactadas por esse serviço, não é mesmo?

Características dos escritórios em Portugal

Agora que você pode compreender um pouco melhor os números no outro país, esse é o momento de verificar algumas das características que predominam.

É importante mencionar que a média de colaboradores fica na casa dos 5 integrantes, em um ambiente em que a maioria das pessoas atua apenas com as tarefas contábeis.

Quando pensamos em equipes maiores, com 10 ou mais funcionários, a atuação está focada na Grande Lisboa, região responsável por movimentar boa parte das pessoas e dos negócios do país.

Já nos casos em que os escritórios são pequenos, com até 3 colaboradores, a atuação está mais dispersa por todas as regiões do país.

Existe uma média de clientes?

Essa é uma das questões mais difíceis, afinal, a quantidade pode mudar de empresa para empresa, levando em consideração a região de atuação e até mesmo o número de colaboradores.

Entretanto, quando falamos dos escritórios com mais de 10 colaboradores, a estimativa é que existam 150 empresas. Nos escritórios com até 9 funcionários, essa média pode cair para 80 e naqueles menores o número chega a 40.

Os números apontam para uma média de 70 clientes por escritório, índice que pode variar de acordo com as características de cada um. Entretanto, a média de 70 clientes já é um número significante. Você não acha?

Qual é o faturamento?

Antes mesmo de mencionar o faturamento, é válido mencionar que esse número também pode sofrer certas alterações, de acordo com as características de cada escritório. Entretanto, é possível ter uma base de valores. Confira:

  • De 1 a 3 funcionários: 59.060 €
  • De 4 a 9 funcionários: 165.870 €
  • Mais de 10 funcionários: 354.730 €

A quantia também pode variar de acordo com o mês e com a permanência dos clientes. É válido mencionar que essa estimativa também pode sofrer influências de acordo com o serviço oferecido ao cliente.

Para ter uma ideia, acredita-se que o valor médio de cada cliente seja 2.400 €, variando de acordo com o serviço e capacidade de cada escritório.

Sendo assim, o lucro de cada unidade também pode ser variável, dependendo do tamanho e dos clientes adquiridos ao longo dos anos.

Panorama Brasileiro

Quando falamos do Brasil, é preciso compreender o panorama nacional, ou seja, como esse trabalho é ofertado e o número de possíveis interessados.

De acordo com dados do Conselho Federal de , existem mais de 71 mil escritórios, atuando em diversos estados do Brasil. Basta observar o número para compreender que existem muitos profissionais. Mas, como será que estão os indicativos desse mercado?

Números brasileiros

A estimativa é que mais da metade dos escritórios brasileiros tenham feito uma receita de mais de R$ 50 mil em junho de 2020. Dessa quantia, ainda existem aqueles que conseguiram triplicar o valor, chegando a somar R$ 150 mil ao fim do mês.

O último patamar é um dos mais difíceis, superar os R$ 300 mil. Nesse caso, apenas 10% das empresas conseguiram registrar esse número, média pequena quando comparada com o total das empresas.

Mercado é muito heterogêneo

Os dados da pesquisa evidenciaram uma diferença entre aqueles que possuem grandes escritórios e quem ainda é pequeno na área. Isso porque os pequenos tiveram uma média de R$ 45,8 mil, enquanto alguns grandes chegaram aos R$ 413 mil.

A diferença é perceptível e demonstra as oscilações desse segmento, já que alguns conseguem estar à frente dos demais – seja pelo serviço oferecido, tamanho da equipe, ou processos.

Quando falamos do número de cliente, por exemplo, mais da metade dos escritórios atendem mais de 70 clientes. Os demais conseguem manter até 200 clientes, um número alto e que demanda certa estrutura, não é mesmo?

Lembrando que média de clientes também pode variar de acordo com o tamanho do escritório e o local de atuação. Enquanto os nomes mais conhecidos atendem uma média de 290 marcas, os menores podem atingir apenas 68 empresas. Um número que faz a diferença no fim do mês, concorda?

Existe um valor médio por cliente?

Assim como todos os outros dados das pesquisas, esse é um indicativo, ou seja, um número que pode ser divulgado a partir do levantamento feito.

Isso não quer dizer que o dado é exato e que precisa ser aplicado em todos os escritórios. Sendo assim, a média de cada cliente ultrapassa os R$1 mil reais, mas o valor pode ser de R$ 667 reais para os pequenos.

Foi possível perceber que esse é um mercado que conta com demanda e uma grande oferta de serviço, não é mesmo? Por essa razão, é importante levar em consideração as diferenças entre cada escritório e qual é o objetivo de cada um diante de tantas opções.

Compartilhe agora mesmo esse conteúdo com demais colegas de profissão que visam esse mercado!