Inovação na contabilidade é possível? Veja 4 lições do veterano Luís Pércheiro

Veja 4 lições do veterano Luís Pércheiro

na é possível e importante. Existe uma alta neste mercado. Os contadores demonstram dificuldade em reduzir custos, mas sabem que é preciso correr atrás de diferenciais e se destacar na área.

Afinal, é preciso atender às necessidades dos clientes de forma completa para ganhá-los.

Mas inovar não diz respeito somente à adoção de ferramentas advindas da transformação digital.

A na não se resume a aderir a novas tecnologias, mais que isso, é uma forma criativa de resolver seus problemas, e o de seus clientes, que depositam confiança nos serviços do contador, para guiá-lo a prosperar o negócio.

Com mais de 50 anos na contabilidade, o português Luís Pércheiro é Diretor Técnico do Grupo Contécnica e traz 4 lições de como os contabilistas podem valorizar o seu trabalho na visão dos clientes, e isso vai muito além de só aderir a novas tecnologias.

1. Comunicação com o cliente 

 “É muito importante estabelecer uma boa relação com o cliente. Desde cedo introduzi uma equipe externa para colher dados sobre os clientes. É essencial aproximar-se o máximo deles. Quando não existiam redes sociais, era manualmente que a equipe fazia esse trabalho, indo conhecer e estabelecer conexões presencialmente”. 

2. Organização interna 

“É extremamente importante ter uma organização interna, trabalhamos com equipes separadas especializadas para cada demanda. As empresas que meu consultório atende são pequenas, e ainda utilizamos papéis para algumas atividades, mas buscamos uma solução para inserir esses papéis nos registros de maneira online pensando na organização, e isso não seria viável sem equipes especializadas. Má organização de empresas é sinônimo de mais encargos fiscais.”

3. Se atualizar com as novas tecnologias 

“Hoje em dia é tudo mais fácil, mas antigamente se usava prancheta para realizar atividades de contabilidade. Hoje podemos fazer muitas coisas com o celular, o que é incrível. A relação entre informática, e o cliente é muito importante para a nova fase da contabilidade, a online. 

4. Se adaptar a situações atípicas 

“O local onde trabalho fica situado numa região difícil, de baixa densidade populacional, praticamente zona rural, região de micro e pequenas empresas, estabelecer conexões com essas pessoas, foi sem dúvidas, muito importante para auxiliar esses pequenos negócios durante a pandemia do coronavírus. Os contabilistas foram requisitados para ajudar as empresas a se organizarem melhor durante esse período, para apoiar essas empresas, que foram direta ou indiretamente afetadas”

Pois bem, esse depoimento deixa claro seja em Portugal, no Brasil, ou qualquer parte do mundo, praticar a boa e levar uma empresa da área ao não depende, em nenhuma medida, da idade que se tenha, mas – e principalmente – da disposição de aprender sempre, conhecer o cliente e, claro, também aderir às novas tecnologias. 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments