O QUE É SÍNDROME DE BURNOUT E COMO IDENTIFICAR E PREVENIR NA ÁREA CONTÁBIL

Não diga às pessoas como fazer as coisas; diga-lhes o que fazer e deixe-os surpreendê-lo com seus resultados. George S. Patton Jr

A Síndrome de Burnout é um distúrbio psíquico que vem atingindo cada vez mais pessoas no trabalho em todo o mundo.  Por isso, é fundamental que tanto as empresas quanto os profissionais estejam atentos aos sinais de que algo não está bem, para evitar danos à saúde e possíveis afastamentos.

Neste artigo, explicaremos o que é a Síndrome de Burnout e como identificá-la. Vamos falar ainda sobre a duração dessa condição e quais são as profissões com maior potencial de desenvolvê-la. Acompanhe!

O que é a Síndrome de Burnout?

Trata-se de um distúrbio psíquico caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse crônico de um indivíduo, provocados por condições desgastantes de trabalho. Em outras palavras, é a consequência sofrida por uma pessoa que vive uma rotina exaustiva em uma empresa.

 Uma pessoa diagnosticada com Burnout pode precisar ser afastada de suas atividades profissionais por dias e até meses, o que reforça a importância da saúde mental no trabalho.

Como saber se eu tenho Síndrome de Burnout?

A Síndrome de Burnout só pode ser diagnosticada por um psiquiatra, que fará uma avaliação clínica relacionando o histórico do paciente, os sintomas apresentados e sua relação com o trabalho. 

Mas é importante conhecer quais os sintomas de Síndrome de Burnout que acendem um sinal de alerta para o problema:

  • Irritabilidade;
  • Cansaço físico e mental excessivos;
  • Negatividade constante;
  • Apatia e desânimo;
  • Baixa autoestima,
  • Lapsos de memória;
  • Dores de cabeça e no corpo;
  • Perda de apetite;
  • Insônia;
  • Dificuldade de concentração.

Quanto tempo pode durar o Burnout?

O Burnout não tem uma duração específica. Por ter a sua causa relacionada diretamente com as condições de trabalho, o tratamento pode demandar intervenções que vão além da medicação e da psicoterapia. Dessa maneira, cada caso precisa ser avaliado e acompanhado por profissionais de saúde separadamente. 

O mais importante é que, quanto antes o transtorno for diagnosticado e o tratamento iniciado, mais rápida será a recuperação do profissional e o seu retorno às atividades habituais.

Quais as profissões mais afetadas pela Síndrome de Burnout?

O Burnout é um esgotamento emocional que passa pelas relações interpessoais nas empresas. Dessa forma, em algumas profissões é mais desafiador manter a saúde no trabalho do que em outras. 

Veja alguns exemplos:

  • Atividades diretamente envolvidas com o atendimento ao público, tais como telemarketing e vendas;
  • Profissões ligadas a atividades com alto nível de pressão sobre os resultados, como analistas contábeis que lidam com cálculos de impostos e resultados financeiros dos clientes.

Enfim, a Síndrome de Burnout é um problema muito sério e grave que deve ser acompanhado nas empresas. Implementar ações de prevenção e cuidado com a saúde mental dos funcionários é essencial para evitar afastamentos e garantir mais qualidade de vida para as pessoas, além de melhores resultados para o negócio.

Se você gostou do conteúdo e quer se aprofundar no tema, temos um material bem completo que vai ajudar na elaboração de ações mais eficientes em sua empresa. Baixe agora mesmo o e-book sobre Planejamento estratégico da saúde mental e cuidado com os colaboradores.