Omie anuncia extensão de rodada Série C de R$ 580 milhões com novo investimento

Omie anuncia extensão de rodada Série C de R$ 580 milhões com novo investimento

A Omie, plataforma de gestão (ERP) na nuvem, anunciou um novo aporte minoritário da Tencent, companhia de e internet que opera as maiores plataformas de comunicação e rede social da China, o WeChat e o QQ, respectivamente. É também um dos principais provedores de serviços em nuvem na China e oferece serviços e soluções de negócios no suporte à digitalização de seus parceiros. Os valores do novo investimento não foram revelados.

A captação é uma extensão do Série C de R$ 580 milhões anunciada em agosto. A rodada pré-IPO foi liderada pelo SoftBank Latin America Fund, com a participação do investidor existente Riverwood Capital e notáveis gestores de fundos de ações brasileiros.

“Estamos focados em entregar nossa visão de que fazer um sistema de simples, intuitivo e eficiente, com um extraordinário, é a nossa forma de contribuir para a prosperidade dos pequenos e médios negócios e, acima de tudo, do Brasil”, afirma Marcelo Lombardo, cofundador e CEO da Omie. “Estamos crescendo de forma exponencial e essa extensão, junto aos demais aportes que recebemos, vai nos permitir acelerar e levar nossa inovadora para cada vez mais empreendedores. Além disso, estamos muito animados em termos também conosco agora um grupo com tanta em novas plataformas que combinam software e serviços financeiros, parte crucial do nosso dia a dia.”

A Omie planeja criar novas ofertas de serviços financeiros integrados ao seu software de gestão, trazendo ambos ao alcance das PMEs de forma simples e eficaz, que até então não tinham opção ou estavam presas a tecnologias de difícil implantação. Com sua solução que combina software de gestão (ERP), educação empreendedora e serviços financeiros, a Omie deve fechar o ano próximo a 100 mil clientes. Recentemente, a empresa divulgou ainda dois M&As com a da Devi Tecnologia, empresa de software para varejo, e da G-Click, ferramenta na nuvem para de para escritórios de contabilidade.

Tudo isso ocorre em um momento no qual os grandes bancos e fintechs começam a olhar além da pessoa física e iniciam uma batalha pela pessoa jurídica, especialmente pelas pequenas e médias empresas, o que vem movimentando bastante o mercado. Há poucos meses, a Omie também divulgou uma parceria inédita com o Banco Itaú, na qual o maior banco brasileiro oferecerá a plataforma da Omie para seus 1,5 milhão de clientes PJ em um formato co-branded, visando levar mais facilidade na do dia a dia de seus clientes e, ao mesmo tempo, participando do marketplace de serviços financeiros da Omie.

Desde sua fundação em 2013, a Omie já levantou mais de R$ 690 milhões em rodadas anteriores ao novo aporte da Tencent. Os eventos mais relevantes foram a rodada Série A em 2018, liderada pela Astella Investimentos, fundo que atraiu outros investidores como G5 e Spectra, uma Série B em 2019, liderada pela Riverwood, fundo norte americano com forte atuação na América Latina e que já investiu em empresas como VTEX, Dock, 99 e Globant, além da Série C, em agosto deste ano, liderado pela Softbank, com a participação de algumas das mais renomadas gestoras de fundos de ações do Brasil, como Dynamo, VELT, Hix Capital, Bogari Capital e Brasil Capital, além da Endeavor Catalyst. O valor do novo aporte da Tencent não foi divulgado.

Classifique nosso post post
Marcado como:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments