Por que a empatia é a qualidade dos líderes?

O Segredo Empatia: a arte de ver o mundo com os olhos dos outros!

Sabe por que a empatia é a qualidade dos líderes? Sabe dos benefícios que essa prática pode trazer para o ambiente de trabalho? Conhecer melhor a discussão em volta desse tema é importante para melhorar o funcionamento da sua empresa.

Entender como a empatia é importante no local de trabalho, além de formas de exercitar essa qualidade tão necessária aos seres humanos, é imprescindível para uma melhor relação entre empregado e empregador.

Quer saber mais sobre o tema? Então tudo isso e mais um pouco no artigo.

Empatia é necessária para os bons líderes

Empatia é a qualidade dos líderes. Conseguir se colocar no lugar dos seus colaboradores, para conseguir extrair o melhor de cada um dentro do ambiente de trabalho, é algo admirável e que deve ser incentivado em todo líder do mercado.

Líderes que não conseguem inspirar os outros acabam sendo mal vistos, e, pior, acabam afundando a empresa junto do seu egocentrismo. É extremamente importante conseguir enxergar a realidade do trabalho pela ótica também do empregado.

Simon Sinek, autor britânico que se tornou conhecido por dar diversas palestras sobre liderança e no mercado de trabalho, já falou bastante sobre o tema, e trouxe algumas ideias interessantes para mostrar a importância da empatia em um líder.

Durante uma de suas apresentações, ele falou de como foi sua estadia em um hotel em Las Vegas. Ele disse que o hotel era excelente, pois contava com boas instalações, mas que o grande diferencial do local era o dos funcionários.

Ele percebeu que os funcionários do local trabalhavam com satisfação, cumprimentavam os hóspedes não por obrigação, mas sim, de forma espontânea, entre outros comportamentos do tipo. Curioso foi perguntar para um trabalhador do local se ele gostava do emprego.

A resposta que ele recebeu foi que ele amava trabalhar ali. Ele não gostava, ou estava apenas feliz de estar ali. Ele amava trabalhar naquele hotel, e deixou bem claro que o motivo disso acontecer era por conta da liderança que existia ali.

O funcionário disse que, no local de trabalho, não recebia cobranças profissionais quando não rendia o esperado. Os seus líderes o abordavam e perguntavam se estava tudo bem com ele, a pessoa, e não o colaborador do hotel. Essa postura faz diferença para o trabalhador.

Dessa forma, é interessante notar o quanto uma liderança empática, que se importa com o que está acontecendo com seus funcionários, pode afetar positivamente o funcionamento da empresa. Os benefícios, como você pode imaginar, são excelentes.

Cenário de segurança é mais próspero

Ter empatia com o funcionário também exige evitar certos tipos de comportamentos no ambiente de trabalho. Um líder, por exemplo, que promove demissões em massa na empresa, não passa nenhuma segurança para os seus colaboradores.

Se for inevitável que isso aconteça, é importante deixar claro para outros funcionários o motivo disso ter acontecido. E, além disso, é imprescindível entender que esse tipo de situação gera uma gigantesca insegurança no local de trabalho.

Um colaborador que vê vários colegas de trabalho sendo demitidos, não se sente confortável na empresa, o que, automaticamente, afeta em sua performance, mesmo que de forma indireta. Dialogar, nesse momento, é indispensável.

Por isso, não cobre seus funcionários caso esse tipo de situação aconteça. Coloque-se no lugar dele, e entenda que aquele cenário não é nada confortável para que as atividades de trabalho sejam realizadas como se nada tivesse acontecido.

O papel do líder para Simon Sinek

Que empatia é a qualidade dos líderes nós já entendemos, porém outra questão que fica no ar, é sobre o papel do líder. Afinal, qual é a sua função na empresa? Não seria apenas cobrar resultados? A resposta é bem diferente do que a imaginada.

Na visão de Simon, o papel do líder é conseguir extrair o melhor da sua equipe, e não apenas delegar tarefas. Dar ordens não ajuda os seus funcionários a de fato conseguirem se mostrarem proveitosos dentro do local de trabalho.

Cuidar dos colaboradores da empresa é a verdadeira função de um bom líder. Para isso, como já dissemos, é necessário empatia, fazer com que o seu funcionário sinta que está realmente fazendo parte de algo que o valoriza e não o vê apenas como mercadoria.

Líderes que não estão preocupados apenas com o ganho da empresa, mas sim, com o bem-estar de sua equipe, são queridos pelos funcionários, e acabam sendo um incentivo a mais para que a realização de tarefas seja feita da melhor maneira possível.

Ser uma liderança inspiradora é a melhor maneira de conseguir extrair o melhor dos seus colaboradores. E, para isso, como vimos até aqui, é preciso exercer a empatia no local de trabalho, pois, dessa forma, é possível inspirar os funcionários a serem melhores.

Benefícios que um líder empático traz para as empresas

Uma liderança empática traz diversos benefícios para o local de trabalho, pois valorizando o funcionário como pessoa importante para a empresa, e entendendo as suas necessidades pessoais, é possível extrair o melhor de cada colaborador.

Steve Payne, que ocupa cargo de consultor vice-presidente da EY Americas, listou alguns benefícios que a empatia dos líderes traz para o ambiente de trabalho em artigo recente. Confira abaixo os 3 principais:

  • aumento de produtividade: quando colaboradores se sentem valorizados, e ganham autonomia, tendem a prestar um serviço de maior qualidade, logo, ocorre um aumento de produtividade da empresa;
  • otimização do tempo: por não ser necessário lidar com demissões de funcionários, afinal, eles estarão satisfeitos em sua empresa, logo, ocorre uma otimização do tempo do seu RH e da empresa em geral;
  • seguem um propósito: colaboradores valorizados seguem o propósito dos seus líderes, e se sentem mais empenhados em solucionar problemas de forma criativa, trazendo para o ambiente corporativo.

Empatia é a qualidade dos líderes

Como vimos, empatia é a qualidade dos líderes, e isso pode trazer uma série de benefícios para a sua empresa. Demonstrar apoio aos seus funcionários e deixar com que eles exerçam seu trabalho de maneira confortável, é o melhor caminho a se seguir.

Lembre-se sempre que você não está lidando com máquinas, mas, sim, pessoas, que têm sentimentos, vontades e necessidades. É importante reconhecer isso para uma melhor convivência entre o líder e os seus colaboradores.

Gostou do conteúdo do artigo? Então não deixe de divulgar o blog.

5/5 - (1 vote)