RH e Contabilidade: entenda a importância dessa relação estratégica

A real definição de gestão é desenvolver as pessoas por meio do trabalho. Agha Hasan Abedi

Afinal, qual a relação entre RH e e como esses departamentos podem (e devem) trabalhar em parceria para garantir os melhores resultados?

Embora tenham objetivos tradicionalmente distintos, cada vez mais esses dois setores vêm atuando de forma paralela. E essa parceria pode gerar muitos benefícios e diferenciais competitivos para todos os tipos de empresa, seja pequena, média ou grande.

Neste post, vamos abordar a importância dessa relação e como ela pode alavancar os resultados do seu negócio. Confira!

A relação entre RH e

Os departamentos de RH e têm papéis muito importantes e estratégicos dentro de uma empresa. No entanto, muitas vezes, são vistos como independentes e não relacionados. 

Entretanto, a visão tradicional tem mudado ao longo dos anos e ambas as áreas estão descobrindo que seus focos são cada vez mais paralelos e complementares. Por isso, devem trabalhar em total sinergia.  

Enquanto os analistas de RH têm o olhar voltado para como o capital humano pode ser atraído, desenvolvido e potencializado, o time de tem como foco principal os custos e a saúde financeira do negócio. Parece algo distinto, mas são processos e papéis totalmente relacionados, em que um causa impacto no outro. 

Hoje, o departamento contábil já compreende que a lucratividade de um negócio não pode ser atingida sem uma força de trabalho de alto desempenho. Por outro lado, não existe essa força de trabalho eficiente se o negócio negligencia as questões contábeis, como o gerenciamento cuidadoso de salários, encargos e de benefícios. 

Este é o ponto de partida da inter-relação entre as duas áreas. Assim, tanto RH quanto precisam trabalhar ativamente e de forma alinhada para que os resultados buscados pela organização sejam atingidos de maneira realmente eficiente. 

Rotinas que envolvem RH e

Existem algumas tarefas do Recursos Humanos que precisam ser compartilhadas com o setor contábil para evitar problemas futuros e garantir uma boa gestão de pessoas e de recursos. A seguir, vamos entender quais são essas atividades e como elas inter-relacionam as duas áreas. 

Admissões e demissões

As informações relacionadas às admissões e demissões devem sempre ser compartilhadas entre o e o time de RH. Assim, antes de iniciar um processo de recrutamento ou pensar em desligar colaboradores, o RH deve consultar a para entender se existe verba disponível para as ações. 

No caso das demissões, a integração entre e RH é ainda mais crucial, uma vez que o cálculo das verbas rescisórias deve ser feito com muito cuidado para evitar processos judiciais no futuro ou acabar lesando a empresa por erros.

Gestão de folha de pagamento

A é a responsável pelo controle e cálculo da folha de pagamento, horas extras e adicionais, além das adequações aos impostos. 

Mas essas informações também são extremamente importantes e estratégicas para o RH, logo, demandam um trabalho em sintonia entre os dois times. 

Gestão de benefícios

Implementar um pacote de benefícios competitivo que atraia e retenha bons profissionais é uma atividade importante do RH. Contudo, essas decisões também precisam ser tomadas em conjunto com a

Isso porque, é o setor contábil que fará os cálculos de forma adequada para entender a viabilidade dos benefícios, sempre respeitando o da empresa. 

Investimento em capital humano

Por fim, os times de RH e precisam estar alinhados para definir os investimentos no capital humano, seja em relação aos treinamentos e desenvolvimento, contratações de ferramentas ou planos de carreira. 

Desse modo, os dois times devem trabalhar para encontrar equilíbrio em relação ao que é importante para uma gestão estratégica de pessoas, mas sem comprometer mais do que o orçamento definido para isso. 

O potencial estratégico atingido quando as áreas caminham juntas

Como vimos, apesar de terem funções distintas, os dois departamentos podem e devem trabalhar em conjunto para garantir uma gestão mais estratégica. 

Isso porque, o elemento humano precisa ser considerado em todas as decisões tomadas dentro de uma organização, inclusive nas que correspondem ao uso de recursos financeiros. 

Assim, o RH agrega ao setor contábil a perspectiva dos , enquanto a consegue organizar e gerir de forma eficiente tudo o que é investido na gestão de pessoas

Essa parceria torna a empresa muito mais preparada para ações estratégicas de contratação, treinamento, engajamento de colaboradores, entre outras. 

Vale destacar também que empresas de pequeno porte, muitas vezes, não têm um setor próprio de RH. Dessa forma, as atividades do setor são feitas, em muitos casos, pela própria

Dessa forma, é muito relevante que o profissional contábil compreenda o papel da gestão de pessoas e esteja próximo às questões relacionadas ao RH. Afinal, decisões erradas, como simples contratações e alta rotatividade, podem custar caro para a empresa. 

Por fim, para os profissionais de Recursos Humanos, vale ter sempre em mente que os custos de processos equivocados impactam a saúde financeira e afetam o dia a dia da organização. 

A tecnologia como aliada do RH e da

O avanço das tecnologias veio para trazer diversas mudanças positivas para os processos internos das empresas e isso inclui tanto as rotinas de RH quanto as da

Com isso, ambos os departamentos conseguem uma atuação muito mais ágil, estratégica e embasada por dados e métricas reais e tangíveis. 

Contar com ferramentas tecnológicas para organizar, otimizar e tornar os processos mais eficientes é uma decisão inteligente. Engana-se quem acredita que a digitalização desses setores é exclusividade de grandes organizações.

Hoje, há no mercado softwares completos, de simples navegação e acessíveis para pequenas e médias empresas. E o melhor, essas ferramentas trazem ao negócio crescimento e redução de custos com processos mais ágeis e efetivos.

Como implementar essa cultura de integração?

Aqui, entendemos que o RH e a são dois departamentos vitais para qualquer empresa. No entanto, quando os dois atuam em parceria, e de forma integrada, o potencial estratégico do negócio cresce ainda mais. 

O primeiro passo para essa integração acontecer na prática é começar dentro de casa, trazendo o RH para cuidar das pessoas do escritório de , melhorando processos de contratação, desenvolvimento, engajamento e retenção de bons profissionais. 

Da mesma forma, o setor de RH se beneficia dessa troca, conquistando uma visão mais voltada aos custos e impactos das atividades da área na saúde financeira da empresa.

Assim, ganham o RH, o setor Contábil, as pessoas e o negócio.Agora que você conhece a importância do trabalho em parceria entre RH e , descubra também como tornar essa atuação mais estratégica no escritório contábil.