Saiba o que é gestão de crise e como fazer um bom gerenciamento em empresas contábeis

Se suas ações inspiram os outros a sonhar mais, aprender mais, fazer mais e se tornar mais, você é um líder. John Quincy Adams

O contador é um aliado na gestão dos negócios, por isso, ele precisa estar preparado para lidar com situações inesperadas. Saber fazer uma boa gestão de crise é crucial para evitar danos que podem comprometer a saúde e a reputação do escritório contábil. 

Quer entender melhor o que é essa prática, qual a sua importância e como realizá-la? Continue a leitura e descubra!

O que é gestão de crise?

A gestão de crise ou gerenciamento de crise é um conjunto de práticas adotadas para lidar com um problema inesperado, causado por fatores internos ou externos que podem afetar as finanças ou a reputação da empresa. 

Esse tipo de gerenciamento precisa ser feito de forma ágil, de preferência, antes que a crise se instaure para evitar maiores problemas.

Qual a importância do gerenciamento de crises?

Momentos de crise podem trazer problemas críticos para qualquer organização e até fazê-la fechar as portas. Por isso, a forma como a empresa e a contabilidade lidam com as adversidades é de extrema importância. 

Nesse sentido, um bom gerenciamento de crise é capaz de reduzir os danos causados, contribuindo para a sobrevivência do negócio, preservando sua reputação e ajudando a gestão a prever novos problemas no futuro. 

Dicas práticas para fazer uma boa gestão de crise em empresas contábeis

Saber como lidar com crises dentro das empresas é fundamental para qualquer contador. Nessas horas, é importante entender que o conhecimento adquirido nas formações nem sempre é suficiente. Mais do que isso, é preciso observar o mercado e avaliar a realidade da empresa para traçar planos estratégicos. 

Apesar de cada cenário ser único, algumas dicas e boas práticas podem ajudar na gestão de crise. Confira! 

Aprenda com os erros do passado

Observar momentos de crise e erros do passado é uma boa forma de traçar estratégicas e identificar práticas que não devem ser repetidas. Busque entender o histórico da empresa e reavalie as estratégias que foram e estão sendo tomadas. 

Identifique fatores de risco

O ideal é que o gerenciamento da crise comece antes que o problema assuma maiores proporções. Dessa forma, é válido identificar fatores que podem desencadear problemas, para, então, lidar com eles antes que situações pontuais se tornem uma ameaça maior. 

Crie um plano de contingência

Identificando pontos de atenção e fatores de risco, é possível criar um plano de contingência de danos, com estratégias que devem ser seguidas sempre que problemas ou crises se aproximarem. 

 A área de contabilidade é um setor onde se espera muita previsibilidade. No entanto, o contador também precisa estar preparado para lidar com imprevistos e realizar uma gestão de crise ágil e eficiente

Lembre-se que as decisões tomadas nesses momentos podem refletir por meses e até anos, por isso, elas devem ser tomadas de forma consciente. 

Quer entender melhor como realizar uma gestão de crise com base na análise comportamental? Clique e baixe agora gratuitamente o e-book sobre o assunto!