Dominando a Arte dos Prompts: Um Guia para Empresas de Contabilidade

Introdução

Você já se perguntou por que algumas interações com a inteligência artificial parecem tão naturais, enquanto outras são frustrantes e ineficazes? A resposta está na arte de escrever prompts eficazes. Neste artigo, vamos explorar o Framework PODES, uma metodologia revolucionária para criar prompts de alto desempenho para inteligência artificial.

P de Papel (Papel)

O primeiro componente do Framework PODES é o “Papel”. Aqui, definimos a persona que queremos que a IA assuma. Isso pode variar de um assistente pessoal a um especialista em determinado assunto. A definição clara do papel da IA é crucial para estabelecer as expectativas corretas e moldar a interação subsequente.

Por exemplo, se você está interagindo com uma IA que assume o papel de um especialista em contabilidade, você esperaria que ela fornecesse conselhos precisos e atualizados sobre regulamentos fiscais e práticas contábeis. Ao definir o papel da IA, é importante ser o mais específico possível para garantir que a IA possa atender às suas expectativas.

O de Objetivo (Objetivo)

O “Objetivo” é o coração do Framework PODES. É aqui que você define claramente o que deseja que a IA realize. A definição de um objetivo claro e específico é vital para garantir que a IA compreenda sua tarefa e possa executá-la de maneira eficaz.

Para sócios de empresas de contabilidade, por exemplo, o objetivo pode ser a criação de um relatório financeiro detalhado para um cliente específico. O objetivo deve ser declarado de forma clara e inequívoca, como: “Quero que você crie um relatório financeiro para a Empresa XYZ, detalhando as receitas, despesas e lucros do último trimestre.”

D de Detalhes (Detalhes)

A próxima etapa do Framework PODES é fornecer “Detalhes” específicos sobre a tarefa. Isso inclui qualquer requisito ou restrição que a IA deve seguir. Quanto mais detalhes você fornecer, mais preciso será o resultado.

No contexto de uma empresa de contabilidade, os detalhes podem incluir instruções específicas sobre o formato do relatório, as leis fiscais a serem consideradas, ou as normas contábeis a serem seguidas. Por exemplo: “O relatório deve seguir as normas contábeis internacionais (IFRS) e incluir uma análise SWOT da empresa.”

E de Exemplos (Exemplos)

A parte “Exemplos” do Framework PODES envolve fornecer exemplos concretos do que você deseja. Isso pode incluir amostras de entrada e saída, que ajudam a IA a entender exatamente o que você está procurando.

Para uma empresa de contabilidade, um exemplo pode ser uma demonstração de resultado do exercício anterior, com uma explicação de como ela foi preparada. Isso dá à IA um modelo claro para seguir e ajuda a garantir que o resultado final esteja alinhado com suas expectativas.

S de Sensibilidade (Verificação de Compreensão)

A última etapa do Framework PODES é a “Verificação de Compreensão” ou “Sensibilidade”. Esta etapa envolve perguntar à IA se ela entendeu o e se precisa de mais informações para completar o objetivo.

Para sócios de empresas de contabilidade, isso pode ser comparado a uma revisão final de um relatório financeiro com um cliente, garantindo que todas as partes compreendam e concordem com o conteúdo. A verificação de compreensão ajuda a evitar mal-entendidos e garante que a IA esteja alinhada com suas expectativas.

Conclusão

O Framework PODES representa uma abordagem inovadora e eficaz para interagir com a inteligência artificial. Ao definir claramente o Papel, Objetivo, Detalhes, Exemplos e realizar uma Verificação de Compreensão, você pode criar prompts que resultam em interações mais significativas e produtivas com a IA.

Para sócios de empresas de contabilidade, a aplicação do Framework PODES pode levar a relatórios financeiros mais precisos, análises mais profundas e uma maior eficiência operacional. Como você está considerando a aplicação desses princípios em sua prática contábil? A reflexão sobre essa questão pode abrir novas portas para a inovação e o sucesso em sua empresa.

Marcado como: