Empresária contábil “demite” clientes e aumenta em 35% o faturamento

"Conseguimos dar um tratamento diferenciado a estes clientes e ampliar os nossos honorários com eles"
“Conseguimos dar um tratamento diferenciado a estes clientes e ampliar os nossos honorários com eles”

Após seis anos da abertura de seu , a contadora Renata Lamounier e o sócio Adriano Fonseca decidiram, em 2015, que o negócio precisaria de uma ampla reformulação, caso quisesse seguir crescendo de maneira sustentável no longo prazo.

A solução para isso, porém, foi no mínimo inusitada. Ao invés de investir em prospecção e sair à caça de novas parcerias comerciais, eles resolveram tomar justamente a rota contrária.
Enxugaram a carteira de clientes, focaram em segmentos específicos – como o da indústria calçadista, forte na região de Nova Serrana (MG), onde a Suprema Assessoria Contábil está estabelecida – e, no final das contas, conseguiram aumentar em cerca de 35% o faturamento em relação ao ano anterior.

“Assim, conseguimos dar um tratamento diferenciado a estes clientes e ampliar os nossos honorários com eles. Naturalmente, atraímos também outras empresas desses setores que definimos como prioritários”, relata Renata.

Os ajustes realizados na envolveram também a redução de custos desnecessários, a implantação de sistemas para otimizar a dos e a diferenciação dos seus cerca de 60 clientes, conforme a rentabilidade propiciada ao e o nível de complexidade das operações.

Dessa forma, foi possível definir, por exemplo, quais canais de comunicação seriam utilizados para atender cada empresa e quanto tempo a equipe precisaria dispender para se relacionar com estes parceiros.

Segmentar a atuação do

“Tínhamos um igual para todo mundo, mas percebemos que os clientes não são todos iguais. Para alguns, o relacionamento é praticamente todo de forma virtual e em outros fazemos reuniões periódicas e atuamos diretamente na empresa”, explica a contadora.

O ponto de partida para todas essas mudanças, segundo ela, se deu após a participação no 2.0”, do professor e Roberto Dias Duarte, em que todos esses aspectos são dissecados a partir do método .

Com a evolução do seu negócio, a contadora afirma não entrar mais em competição por preço com os concorrentes de sua região, respaldada pelo aprimoramento da qualidade dos serviços prestados por sua empresa.

“O principal desafio que o enfrenta hoje é em relação à modernização dos , que precisam acompanhar as necessidades do mercado. Quem não se atentar para isso perderá oportunidades e, com o tempo, tornará o seu negócio inviável. Ao perceber isso, pudemos dar um novo rumo à nossa empresa”, analisa Renata.

Qual sua opinião sobre isso?

419 thoughts on “Empresária contábil “demite” clientes e aumenta em 35% o faturamento”

  1. Ótimo. Excelente. Tem clientes que não somam em nada. Pelo contrário … O escritório paga para mante-los … Os seus honorários no final no mês …não paga o tanto de tempo despendido com eles e cansaço mental e desgaste do colaborador. Aff

  2. Depende da análise! Muitos escritórios de contabilidade tem muitos clientes para pouca quantidade de colaboradores. ou uma carteira de clientes com valores baixo de honorários!! Aqui no meu escritório atendemos vários ramos de atividades e não precisamos dispensar clientes! Cada um com seu ponto de vista.

  3. Taisa Silva é isso que eu tô tentando mostrar faz tempo!!! Já fiz uma relação entre os clientes separando-os por grupos, sugeri uma ferramenta que ajudaria a seguimentar de modo mais preciso é modernizaria os procedimentos e facilitaria a comunicação com os clientes…mas eu ñ sou ouvida. Acho que se os que estão em cima ñ agem com visão atual, continuaremos a perder clientes. Ñ podemos ser reativos a cada ação da concurrência. Isso só vai fazer a gente perder o foco e pouco dinheiro que temos.obrigada por me marcar amore!!!

  4. Se você ainda acha que segmentação de clientes é só selecionar “ramos de atividades”:

    Não se esqueça que Marketing é a ciência do mercado. Qualquer ação de marketing sem conhecimento dos conceitos fundamentais desta ciência pode ser uma bomba!

    Segmentação de mercado é um dos princípios básicos da mercadologia. E, como diz Philp Kotler, o pai desta ciência:

    “Marketing não é a arte de encontrar maneiras inteligentes de vender o que você faz. O marketing é a arte de criar o verdadeiro valor para o cliente. É a arte de ajudar seu cliente a se tornar melhor.”

    Aprenda, neste artigo, uma forma de definir seu nicho de mercado pelo mind set tecnológico dos clientes:
    http://bit.ly/2z5wWR9

    1. Amei o comentário!!!
      Acho que a cima de tudo um estrategista em qualquer seguimento nem precisa conhecer totalmente os conceitos, mas se for sensível e pensar em gente, vai entender que hj o Cliente mudou. Ele é o centro da atuação de qlqr empresa. Quem ñ pensa assim fica no caminho.

  5. Estou partindo pra segmentar o atendimento para um público específico de cliente, não quero mais atuar com clientes em vários segmentos. Vai fazer um ano que venho estudando segmentos de clientes, já escolhi meu foco, está dando certo.

  6. Selecionei clientes no meu escritório e me dei muito bem. Agora, ao meu ver, segmentar setores específicos não é uma boa ideia, tendo em vista que ocorrendo uma fragilidade no ramo em que vc atua o risco de fechar o escritório é enorme.

    1. Leonardo Louzada exatamente! A primeira atividade que veio à cabeça foi justamente engenharia. Os meus clientes desse ramo demoliram. Se eu não atendesse atividades diversas nessa hora eu estaria ferrado. Resumindo: escritório de contabilidade deve atender o máximo de atividade possível e jamais segmentar. Agora a seleção de bons clientes é imprescindível.

  7. URGENTE!!
    Últimas vagas CURSO AGORA DIA 21-Out-17
    -Você está preparado para dar toda a assistência necessária aos seus clientes com base na lei (13.467/2017) e evitar multas de no minimo de R$ 3.600,00 por empregado, quanto a reforma trabalhista que vai começar a partir de 11-11-2017?

Comments are closed.