• PT
  • EN
  • Empresário contábil aprimora gerenciamento e atrai mais clientes para seu negócio

    Um dos maiores equívocos que impedem o crescimento dos empresários contábeis é trabalhar tão somente para cumprir as exigências do governo.
    Um dos maiores equívocos que impedem o crescimento dos empresários contábeis é trabalhar tão somente para cumprir as exigências do governo.

    Cuidar excessivamente da parte operacional e entrar na guerra de preços para conquistar novos clientes são rotinas que não fazem mais parte do dia a dia do Francisco de Paula.

    Essas mudanças de atitude, na sua avaliação, têm sido cruciais para o crescimento da F & V – situada em São Lourenço (MG), com filiais em Alagoa e São José dos Campos (SP) – e a melhora na qualidade dos serviços prestados aos seus mais de 180 clientes.

    “Precisei mudar de mentalidade para gerenciar melhor a minha empresa, em vez de desperdiçar o meu tempo executando o trabalho. Com isso, foi possível dar mais atenção a outras atividades e atrair os clientes pela qualidade dos serviços e não somente pelo aspecto do valor cobrado”, relata o .

    Segmentar a atuação do

    O próximo passo, segundo ele, é segmentar a atuação da sua empresa em quatro nichos específicos, o que o permitirá especializar-se ainda mais em segmentos estratégicos, prover um serviço capaz de atender exatamente as necessidades dessas empresas e, assim, ampliar de maneira significativa sua clientela.

    O despertar para essa nova ordem do contábil ele credita aos aprendizados adquiridos durante o 2.0”, do professor e Roberto Dias Duarte, do qual participou pela primeira vez em 2014 e repetiu a dose nos dois anos seguintes.

    “Depois dessas experiências, fui percebendo que ao se prestar serviços com autoridade, os ganhos financeiros vêm como consequência deste trabalho”, afirma o sócio da F & V.

    Um dos maiores equívocos que impedem o crescimento dos contadores e empresários contábeis, segundo Francisco, é acreditar na lógica segundo a qual o profissional da contabilidade deve trabalhar tão somente para cumprir as exigências do governo.

    Em sua visão, a evolução do fisco deve ser enxergada de maneira positiva, por aumentar a importância da contabilidade nas empresas e conferir ao profissional da área um papel de protagonista nos de tomada de decisão.

    “É necessário se concentrar em gerar informações gerenciais para os clientes, propondo novos olhares para o seu negócio. Não basta mais apenas receber deles os dados e cumprir as obrigações fiscais”, conclui ele.

     

    Fonte: Reperkut

    Qual sua opinião sobre isso?