A Importância do Planejamento Estratégico para o Sucesso de Escritórios de Contabilidade

Uma nação que tenta prosperar a base de impostos é como um homem com os pés num balde tentando levantar-se puxando a alça. Veja outras frases de Winston Churchill

“Uma nação que tenta prosperar a base de impostos é como um homem com os pés num balde tentando levantar-se puxando a alça.”

WINSTON CHURCHILL

Com o cenário em constante mudança e em meio a incertezas, muitas empresas de contabilidade têm optado por adiar uma revisão de suas estratégias. No entanto, essa não deve ser a melhor escolha. De acordo com um artigo publicado no Journal of Accountancy, os escritórios contábeis precisam ter um plano estratégico bem definido para se preparar melhor para o futuro e encarar as mudanças de frente.

A falta de um plano estratégico eficiente é como uma sentença para o fracasso. Ainda mais nos dias atuais em que as coisas acontecem com grande velocidade e de forma intensa e disruptiva. Neste cenário, manter-se parado e esperar que o que tem funcionado até agora continue dando o mesmo resultado pode não ser a melhor estratégia.

Para garantir a sobrevivência e a prosperidade dos negócios, os escritórios de contabilidade precisam ter uma visão do futuro a médio e longo prazo, criar um plano de ação estratégico e compartilhá-lo com todo o staff para que a empresa como um todo tenha um norte a seguir.

Segundo Dennis E. Sherrin, CEO da Avizo Group, firma de consultoria em estratégia em Fairhope, Alabama, “você precisa ter uma visão de alto nível, de 30.000 pés, de onde você quer chegar e como quer chegar lá. E tem que colocá-la por escrito.”

Com um plano estratégico efetivo, a empresa pode se adequar às constantes mudanças do mercado e manter-se competitiva. A elaboração e a comunicação adequada do plano estratégico permitem que todo o staff entenda e se comprometa com os objetivos coletivos da empresa, o que é essencial para o sucesso da implementação do planejamento. Isso não pode acontecer sem a decisão consciente dos líderes da empresa de elaborar um plano que inclua elementos essenciais usando um processo eficaz de construção.

De acordo com Kassi Rushing, consultor de desenvolvimento organizacional especializado em empresas de serviços financeiros e contábeis, “o é uma disciplina. O que estamos realmente defendendo para as empresas é que elas levem a sério o planejamento para o seu futuro.”

Antes de começar a desenvolver um plano estratégico, é importante fazer uma análise completa de onde a empresa está e onde se deseja chegar. Para desenvolver um plano estratégico eficaz, as empresas devem colaborar com seus membros de equipe, e ao formar o grupo central que desenvolverá o plano, as empresas devem incluir diferentes membros, de várias gerações, para que haja uma perspectiva diversificada. Trazer líderes externos à equipe interna da empresa também pode enriquecer as discussões e contribuir para a busca de soluções inovadoras.

O planejamento estratégico deve levar em conta a antecipação de tendências e a necessidade de adaptação da empresa ao cenário de constante mudança. De acordo com Rushing, “a antecipação do futuro é uma habilidade, e quando falamos de antecipação, estamos nos referindo à capacidade de olhar para as tendências rígidas, reconhecê-las, ver as oportunidades ou disrupções que irão criar e, em seguida, descobrir como podemos criar um futuro em torno de oportunidades, seja para nossos clientes ou para nossos colaboradores internos.”

O planejamento estratégico permite que a empresa tenha um roteiro a ser seguido, um senso coletivo de propósito e visão, que é fundamental para manter o foco nas metas a serem atingidas, garantindo o sucesso da implementação das ações planejadas.

A elaboração de um plano estratégico traz várias vantagens para a empresa. Além de criar um “mapa” do futuro, o processo permite que todos compartilhem da experiência de criação do plano e se sintam parte integrante do que está sendo desenvolvido. Isso gera engajamento e comprometimento para com o plano, pois todos que têm suas sugestões consideradas me meses. Esse comprometimento é essencial para a implementação bem-sucedida do planejamento, já que as pessoas envolvidas sentem que seus esforços estão sendo valorizados. O plano também promove uma perspectiva comum do futuro, algo que pode ser difícil de se alcançar sem um processo bem conduzido.

O processo de construção de um plano estratégico requer comprometimento de todos os envolvidos, ou seja, os líderes precisam fazer um esforço consciente para trazer todos os stakeholders, tanto internos quanto externos, para a discussão. Os envolvidos devem ter papéis claros e prazos definidos, e é preciso haver um sistema efetivo de comunicação para monitorar o progresso do projeto. Especialistas apontam quatro razões pelas quais os planos estratégicos falham: falta de comprometimento, falta de responsabilização, falta de resultados significativos e falta de comunicação. Para evitar esses problemas, é importante que o plano seja atualizado regularmente e que as partes interessadas sejam ouvidas em relação à sua implementação.

Por fim, o planejamento estratégico é uma ferramenta essencial para qualquer empresa que deseja enfrentar as mudanças constantes do mercado de forma eficaz. Ele deve ser visto como um processo em andamento, que evolui com a empresa, suas necessidades e seu ambiente. Para obter sucesso em sua implementação, é importante que os líderes sejam comprometidos com o processo, que haja um plano claro e conciso, que todos os stakeholders sejam envolvidos e que haja monitoramento constante do progresso. Com esses elementos em mente, qualquer empresa pode se preparar para o futuro de forma eficaz, garantindo a sua sobrevivência e sucesso no ambiente de constante mudança em que vivemos.

Referência: Ampoma, M., & Drew, J. (2023, June 16). Why accounting firms need a strong strategic plan. Journal of Accountancy. Retrieved from https://www.journalofaccountancy.com/news/2023/jun/why-accounting-firms-need-strong-strategic-plan.html

Marcado como: