Conheça 5 indicadores de gestão de pessoas que toda empresa precisa acompanhar

Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, e não há sucesso no que não se gerencia William Edwards Deming

Você sabe quais são os principais indicadores de de pessoas? Saiba que essas são fundamentais para gerir os colaboradores de forma estratégica pela coleta e análise de dados confiáveis.

Afinal, a veio para transformar as relações humanas dentro das empresas por meio de inteligência de dados. Logo, não é possível que nenhuma empresa, independentemente do seu tamanho, fuja dessa tendência se deseja crescer e se manter no mercado.

Por que é importante acompanhar KPIs de de Pessoas?

KPI é a sigla para Key Performance Indicator ou Indicador-chave de Performance.

No ambiente organizacional, essa métrica auxilia profissionais de RH, além de gestores e líderes a compreenderem o desempenho do time de forma analítica e não baseada em vieses inconsistentes.

Além disso, os KPIs são fundamentais para que a empresa entenda o porquê do colaborador não estar produzindo e os motivos que o fazem deixar a empresa.

Assim, é possível obter insights mais efetivos e agir para a correção de que não estão gerando bons resultados, além de proporcionar tomadas de decisões com relação às estratégias de desenvolvimento desses colaboradores para que alcancem uma alta performance.

5 indicadores de de pessoas para sua empresa acompanhar

Agora que você entendeu o que são os KPIs e sua importância, veja quais os principais indicadores de de pessoas.

1. Tempo de Contratação (SLA da vaga) 

Esse indicador nada mais é que o número de dias entre a divulgação de uma vaga de trabalho e a admissão do novo colaborador. Trata-se de um dado fundamental para que o gestor de RH entenda se o processo seletivo foi bem estruturado e eficiente.

O SLA da vaga é um dos indicadores estratégicos de de pessoas, já que proporciona o entendimento da dificuldade ou não de encontrar o candidato ideal para preencher a vaga na empresa. 

Sabemos que quando uma vaga demora a ser preenchida, o processo seletivo acaba custando mais tempo e dinheiro para a organização. Logo, com essa métrica em mãos, a empresa corre menor risco de errar na forma de condução do recrutamento e seleção.

2. Headcount

No âmbito empresarial, headcount se refere à quantidade de colaboradores que a empresa possui. Também ajuda o RH a identificar, dentro de um determinado período, se o número de profissionais do time aumentou ou diminuiu.

Assim, tendo em mente onde a empresa quer chegar, é possível identificar possíveis gaps que estão impedindo que ela cresça e ainda auxiliar na elaboração de um estratégico de de pessoas.

3. Taxa de Absenteísmo

O absenteísmo se refere ao número de colaboradores que não somente deixam as empresas, mas também à quantidade de atrasos, faltas pontuais e afastamentos.

Ao analisar esse indicador, o profissional de RH consegue identificar se o nível de absenteísmo está alto e quais impactos financeiros e estruturais ele está causando para o negócio.

Ainda, com esse dado em mãos, o RH pode auxiliar gestores e líderes a trabalhar melhor a e o engajamento desses colaboradores que, por algum motivo, têm se ausentado com maior frequência do trabalho.

4. Taxa de Produtividade

Por meio dessa taxa, a empresa identifica quais são os colaboradores que entregam atividades dentro do prazo, com qualidade, e quais outras metas cada um deles têm alcançado.

Além disso, esse índice também auxilia na identificação de quais profissionais precisam ser melhor desenvolvidos e em quais áreas eles têm maior dificuldade de produção.

5. Taxa de Rotatividade

Esse é um dos principais indicadores de Recursos Humanos. Isso porque, se o índice de rotatividade dentro da empresa é baixo, esse dado revela que as ações e estratégias de de pessoas estão no caminho certo.

Agora, se o número de rescisões tem sido alto, é um alerta de que algo não está indo bem dentro do ambiente organizacional.O ideal é que a taxa de turnover esteja abaixo dos 5%.

Para calcular a taxa de rotatividade, você pode utilizar a seguinte fórmula:

  • Turnover (%) = Número de funcionários desligados / número total de funcionários ativos no mesmo período x 100 

Como a pode ajudar a medir indicadores de desempenho?

É importante entender que contar com um software de RH vai muito além de eliminar papéis e planilhas de excel, auxiliando com as rotinas burocráticas de um departamento pessoal.

Com a coleta e o cruzamento de dados em uma plataforma de RH é possível realizar uma comportamental estratégica, contratando, direcionando e desenvolvendo talentos que se identifiquem com a do seu escritório contábil.

Ainda, quando essa plataforma é completa, como a da Sólides, baseada no People Analytics, que conta com mapeamento e análise de perfil comportamental, você pode identificar as características e habilidades de comportamental dos profissionais e direcionar uma personalizada, de acordo com os pontos fortes e fracos de cada um deles.

Assim, a motivação, o engajamento e o clima organizacional tendem a melhorar, diminuindo o turnover e trazendo melhorias nos demais indicadores de gestão de pessoas e do negócio.

Então, se você quer alavancar a sua empresa por meio de dados confiáveis, não deixe de baixar agora mesmo a planilha de indicadores de recrutamento e seleção.