O segredo da prosperidade empresarial na contabilidade

O segredo da prosperidade empresarial na contabilidade

A exemplo do ocorrido em todos os campos da vida, a natureza pode trazer grandes ensinamentos para o empreendedorismo, sendo um dos mais importantes o ciclo da vida.

Segundo esta lei, tudo começa a envelhecer e morrer lentamente quando para de crescer.

Justamente por isso, palavras como estagnação, acomodação, inércia e mesmice precisam ser riscadas do vocabulário do empreendedor, independentemente do setor onde ele atue, seu porte ou até mesmo o sucesso eventualmente já conquistado.

Sucesso do passado, não garante a prosperidade do futuro

O sucesso, por sinal, pode se transformar no grande catalisador da morte de um empreendimento, sob a égide da mudança zero, aquela sempre tão defendida quando o time está ganhando.

Administrar o sucesso, aliás, geralmente é mais difícil que lidar com o fracasso, pois pessoas insatisfeitas costumam buscar por algo melhor.

Por outro lado as bem-sucedidas apegam-se à zona de conforto, esquecendo de ser fora dela que se consegue mudar, crescer, se transformar e até mesmo chegar a objetivos inimagináveis.

É preciso ir além da inovação em serviços

Aperfeiçoar e ampliar o leque de produtos e serviços são medidas positivas, mas não bastam.

Também é importante e eficaz inovar em processos e estratégias, investir na capacitação da equipe, e, porque não, transformar o modelo de negócios. 

Não basta, portanto, seguir o caminho de sucesso de outras empresas, mas sim um diferente, capaz de antecipar tendências para oferecer ao mercado muitas vezes o que ele sequer imagina existir, embora sinta a sua falta.

O setor global de serviços contábeis, por exemplo, está em franca expansão, tendo atingido em 2019 cerca de U$ 574,4 bilhões, com um crescimento anual de 6%. 

Trata-se de uma excelente oportunidade para as empresas do segmento crescerem igualmente de forma acelerada, deixando o tradicional e se arriscando em novos formatos e ideias.

Transformação permanente é questão de ordem

Ao lidar com capital humano, uma organização contábil tem como base profissionais qualificados, que desejam oportunidades de carreira e novos aprendizados.

Dessa forma, é primordial abrir espaços para o crescimento da equipe, o que exige o desenvolvimento do próprio negócio, concluindo assim um círculo virtuoso. 

Contudo, embora o desenvolvimento técnico seja o cerne de uma organização contábil, sua sobrevivência e seu crescimento dependem de inúmeros outros fatores, como:

  • investimento em tecnologia de ponta,
  • desenvolvimento de mindset empreendedor,
  • profissionalização da gestão e da governança,
  • estruturação de planos de Marketing,
  • gestão cuidadosa de Recursos Humanos,
  • controle de processos e qualidade.

Além, é claro, da reinvenção constante do próprio modelo de negócios.

Se antecipar aos fatos, ter visão ampla de mercado, prever tendências e ter um comportamento inquieto e transformador fazem toda a diferença. 

Enfim, todas as empresas estagnadas, alheias à necessidade de mudanças trazida pelas novas tendências e que não se renovam estão fadadas a morrer.  

Mas a prosperidade empresarial no setor contábil é possível sim, conforme nos ensina a sábia natureza em tantos outros aspectos de um mundo em permanente evolução, mas desde que também se esteja em constante movimento.